Abertura da Porta da Misericórdia em Cachoeira-Ba


No dia 20 de dezembro será aberta pelo arcebispo de São Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, a Porta da Misericórdia do Santuário Arquidiocesano de Santo Antonio de Santana Galvão, favorecendo aos católicos do Recôncavo baiano a viverem esse tempo de graça.

“Decidi convocar um Jubileu Extraordinário que tenha o seu centro na Misericórdia de Deus. Será um Ano Santo da Misericórdia.” Foi com estas palavras que o Papa Francisco anunciou o Jubileu da Misericórdia, no dia 13 de Março, segundo aniversário da sua eleição ao Pontificado, durante a celebração da penitência presidida na basílica vaticana.

A Porta Santa só se abre durante um Ano Santo e significa que se abre um caminho extraordinário para a salvação. Na cerimónia de abertura, o Papa toca a porta com um martelo 3 vezes enquanto diz: “Abram-me as portas da justiça; entrando por elas confessarei ao Senhor”. Depois de aberta, entoa-se o Te Deum e o Papa atravessa esta porta com os seus colaboradores

misericordia2
Após o início solene do Ano Santo – marcado pela abertura da Porta Santa da Basílica de São Pedro no Vaticano em 8 de dezembro próximo – todas as Igrejas Particulares abrirão a própria Porta da Misericórdia em comunhão com a Igreja de Roma. Cada Igreja Particular (Diocese) fará a abertura das outras Portas da Misericórdia, eventualmente, junto aos Santuários, sempre no contexto da celebração eucarística.

“Pensei muitas vezes no modo como a Igreja pode tornar mais evidente a sua missão de ser testemunha da misericórdia. É um caminho que começa com uma conversão espiritual; e devemos fazer este caminho.” disse o Papa.

“As suas portas estão escancaradas para que todos os que são tocados pela graça possam encontrar a certeza do perdão. Quanto maior é o pecado, maior deve ser o amor que a Igreja manifesta aos que se convertem”. Deseja o Papa Francisco.

Fonte:

http://www.santuariodefreigalvao.org/#!blank/c1xu8

Comente via Facebook